O Guardião retorna para as telas da TV na série The Librarians

sábado, dezembro 13, 2014


Quem lembra da trilogia The Librarian, traduzida no Brasil como O Guardião?


Os filmes foram produzidos de 2004 a 2008, sendo que o primeiro levou o nome de "O Guardião: Em Busca da Lança Sagrada", e contam a história de Flynn Carsen (Noah Wyle), um estudante de história muito bem sucedido academicamente, mas não tanto socialmente. Até que ele recebe uma carta com uma proposta de emprego na Biblioteca Pública local e ao ser aceito para a vaga se vê em um mundo completamente novo de magia e aventura, onde seu emprego como bibliotecário consiste em encontrar artefatos mágicos pelo mundo e guarda-los na biblioteca para impedi-los de cair em mãos erradas. Algo bem alá Indiana Jones mesmo.
Os filmes costumavam ser transmitidos na boa e velha Sessão da Tarde da Rede Globo, então creio que muitos devem ter tido contato com eles. 
É claro, nenhum dos filmes se tratava de uma obra prima cinematográfica, mas eram aquele tipo de filme que você simplesmente assiste para se divertir, aquele tipo que te faz lembrar da sua infância (caso você tenha menos de 20 anos como eu). 



Nome: The Librarians
Canal: TNT
Episódios: Ainda em produção
Sinopse: Uma antiga organização escondida por detrás da Biblioteca Pública Metropolitana, dedicada a proteger um mundo desconhecido da realidade mágica e secreta que esconde. O grupo resolve mistérios impossíveis, luta contra ameaças sobrenaturais e recupera artefatos poderosos ao redor do globo.









Mas enfim, continuando...
Agora que eu expliquei de qual Guardião eu estava falando no título do post vamos voltar para a série.
Eu admito, não vi o terceiro filme da trilogia, costumava assisti-los só quando passavam na TV e como nunca tive a oportunidade de vê-lo nas minhas tardes em casa acabei ficando só com os dois primeiros mesmo (mas pretendo mudar isso agora com a estréia da série). Então não posso falar exatamente quanto tempo a série se passa depois do 3° filme, mas creio que seja alguns anos já que no primeiro episódio é dito que o Flynn já é um Bibliotecário a 10 anos.
Mas algo que eu realmente gostei da série é que poucas coisas mudaram em relação aos filmes.
Os atores são os mesmos, os personagens mais "clássicos" fizeram aparições nos dois primeiros episódios. A Biblioteca é muito semelhante a aquela primeira versão que vemos no primeiro filme (embora tenha se tornado bem mais moderna), e principalmente a série mantém aquele ar de filme de aventura família, descontraído e com uma boa dose de comédia.
Falando em comédia é ai que entra a parte que eu mais amo tanto nos filmes quanto na série... Flynn Carsen.
Sério, eu amo esse cara!
Pausa para a história de infância...
Tinha uma época, depois de ver o primeiro filme quando eu tinha uns 9 ou 10 anos, que eu queria fazer faculdade de história e me tornar Arqueóloga por causa dele, do Indiana Jones e do Jackie Chan (vocês lembram do desenho né?). Mas dai quando contei para minha professora de história sobre meus planos futuros ela me mostrou o verdadeiro trabalho dos arqueólogos e eu me desiludi... 
Bons tempos aqueles quando você pensa que pode achar talismãs mágicos ou a Lança do Destino enterrados por ai...
Agora, voltando para a série novamente...
O Flynn continua o mesmo dos filmes, e isso é uma das coisas que eu mais gostei! Amo o humor dele, suas caretas e seu jeito "desastre ambulante" de ser, enfim, adoro personagens desse tipo e adoro ele então já assistiria a série com toda a certeza só por isso!
Mas além dele somos introduzidos nos dois primeiros episódios a mais 5 personagens novos. A primeira já apresentada já na primeira cena é Eve Baird (Rebecca Romijin), uma agente especializada em contraterrorismo que é contratada pela própria biblioteca para se tornar a Guardiã do Bibliotecário.
Logo depois somos apresentados a Cassandra (Lindy Booth) uma garota com sinestesia que se apresenta quando ela faz cálculos matemáticos. Também conhecemos Ezekiel Jones (John Kim) um ladrão especialista em novas tecnologias e a Jake Stone (Christian Kane) um homem com alto QI e quase uma enciclopédia ambulante de história da arte. Sem esquecer também de Jenkins (John Larroquette) um pesquisador que trabalha a anos para a Biblioteca.
Quanto aos novos personagens; eu realmente gostei de todos eles. Mesmo tendo apenas dois episódios nenhum me pareceu irritante ou algo do tipo então estamos muito bem!

Quanto a estréia...
A série estreou no domingo passado com um episódio duplo e teve uma transmissão de estréia em 100 países simultaneamente e mais; a série quebrou o recorde de audiência na TV a cabo para uma série estreante nesse ano de 2014!
Então, esta ai uma prova de que realmente vale a pena começar a assistir!
Mas caso você ainda não se sinta convencido, fica ai o trailer para você ter uma palinha do que a série promete.




You Might Also Like

1 comentários

  1. Nossa... Nunca tinha ouvido falar!
    Espero pesquisar mais sobre isso e ver se vou gostar!
    Beijos,
    Mar.
    ocantinholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir